Vandeweghe participou dos três pontos conquistados pelos EUA. Foto: Divulgação.

A decisão da Fed Cup, que reúne as principais tenistas do circuito feminino, foi definida nesse domingo. Em dois equilibrados confrontos, os Estados Unidos e a Bielorrúsia garantiram a classificação para a final e se encontrarão nos dias 11 e 12 de novembro.

Triunfo estadunidense

Fãs norte-americanos apoiaram o país durante o duelo. Foto: Divulgação

Do lado americano o destaque ficou para a número #24 do mundo Coco Vandeweghe, responsável por participar nos três pontos conquistados por seu país no confronto contra a República Tcheca. No sábado, ela abriu o duelo superando Marketa Vondrousov após anotar um 6/1 e 6/4. Coco ampliou o placar nesse domingo, quando bateu Katerina Siniakova com parciais de 6/4 e 6/0.

Após Lauren Davis não conseguir selar a vitória ao ser derrotada pela promissora Marketa Vondrousova, Vandeweghe voltou a quadra para o jogo de duplas. Jogando ao lado da líder do ranking na categoria, Bethanie Mattek-Sands, ela marcou 6/2 e 6/3 e triunfou perante Siniakova e Krystina Pliskova.

Vitória bielorrusa

Azarenka na torcida durante o confronto contra a Suíça. Foto: Divulgação

Mesmo sem poder contar com a ex-número #1 do mundo Victoria Azarenka, que deve voltar a jogar quadras no final de julho, o time bielorruso conseguiu um grande resultado contra a Suíça. Comandado por Aliaksandra Sasnovich e Aryna Sabalenka, a equipe fez 3 a 2 e confirmou presença em sua primeira final de Fed Cup.

Compartilhar
Guilherme Souza
Estudante de Jornalismo e fundador do site Four Blitz. Colaborador do Tennis Info desde 2016 e membro da bancada do Podcast Backhand na Paralela. Grande fã de Guga, Federer e Nadal. Acima de tudo, um apaixonado por esporte.