Reprodução Facebook/Argentina Open

Mesmo com o olho inchado após ser “nocauteado” sem querer pelo joelho de Dominic Thiem, numa presença VIP no jogo do Boca Juniors, o argentino Diego Schwartzman confirmou a condição de cabeça de chave 5 e eliminou o brasileiro Thomaz Bellucci nesta quarta-feira de virada, parciais de 3/6, 6/3 e 6/2 em 1h49 de confronto.

Thomaz começou jogando muito bem e com grande intensidade nos golpes de fundo. Além disso estava sacando muito bem e venceu 83% dos pontos com o primeiro serviço no set inicial. O problema foi que esse percentual caiu a cada set e do outro lado, o valente Schwartzman ganhava confiança a cada bola vencida na sua zona de conforto.

O hermano venceu o segundo set com autoridade e levou a decisão para a parcial decisiva. O atual #24 do mundo foi melhor na reta final e quebrou o saque do canhoto de Tietê no quarto e no oitavo game. Firme no seu serviço e jogando com muito apoio da torcida, o tenista de apenas 1,7m de altura lacrou a vitória e se garantiu nas quartas do Argentina Open pela primeira vez na carreira.

Schwartzman vai enfrentar o esloveno Aljaz Bedene, que eliminou o espanhol Albert Ramos-Vinolas de virada, por uma vaga na semifinal do torneio disputado em quadras de saibro descobertas e que distribui um total de 648 mil dólares de premiação.