Anderson e Nadal buscam o título do último Grand Slam da Temporada.

Neste domingo (10) será realizada a decisão do US Open 2017. Depois de duas semanas de jogos envolvendo centenas de atletas do mundo todo, Rafael Nadal e Kevin Anderson lutarão pelo título da competição às 17h do horário de Brasília. Os fãs de tênis poderão acompanhar o embate pelos canais ESPN e SporTV 3.

Leia mais:

Além do título da competição, o vencedor do duelo embolsará US$ 3,7 milhões, equivalente a R$ 11,4 milhões na cotação atual. Além disso, o dono do troféu somará 2000 pontos na próxima atualização do ranking.

Antes do epílogo do último Grand Slam da temporada, porém, confira uma breve descrição da jornada dos dois tenistas em Nova York:

Nadal, o inábalavel

Maiorquino luta pelo terceiro título em Nova York. Foto: USTA/Garrett Ellwood

Principal favorito, Nadal começou sua campanha ainda com pouca confiança e chegou a precisar de quatro sets para superar Taro Daniel e Leonardo Mayer na 2° e 3° rodada, respectivamente.

A partir daí, entretanto, o Touro Miura mostrou uma grande evolução em seu desempenho e teve partidas fáceis contra Alexander Dogolpolov e Andrey Rublev, ambos vencidos com menos de sete games cedidos durante toda a partida.

O principal jogo do número #1 do mundo durante sua trajetória no Grand Slam norte-americano aconteceu justamente na última partida. Lutando contra o argentino Juan Martin del Potro pela vaga na final, ele saiu atrás do placar, mas voltou com todo gás para despachar o embalado adversário. Com uma mudança tática na hora certa e boa eficiência nos golpes, Rafa mostrou o porquê de ser considerado uma lenda do esporte.

Precisamos falar sobre Kevin, o azarão

Tenista de 31 anos faz sua melhor campanha em um Major. Foto: USTA/Pete Staples

Usando seu poderoso saque como principal arma, Kevin Anderson é um adversário perigoso para Nadal. Apesar de ser menos badalado do que muitos dos tenistas que caíram nas fases iniciais, ele passou por bons oponentes para fazer história e se tornar o primeiro sul-africano a disputar o título de um Grand Slam desde 1981, ano em que Johan Kriek levantou o caneco do Australian Open.

Gigante de 2,03m, Anderson é atualmente o 32° no ranking da ATP e irá escalar posições lista após o bom trabalho em Flushing Meadows. A vitória o faria voltar à décima posição – sua melhor marca – enquanto o vice-campeonato lhe colocaria no top 15.

Embalado após a virada sobre Pablo Carreno Busta na última partida, Kevin já havia superado nomes como o dono da casa Sam Querrey, o experiente italiano Paolo Lorenzi e o promiissor Borna Coric nas rodadas anteriores.

Agora, ele entrará em quadra para lutar por sua primeira vitória contra Rafa após quatro duelos. Caso levante o caneco do torneio, Anderson chegará a seu quarto e maior título da carreira.