Esse foi o sétimo encontro entre o número 3 do ranking mundial Roger Federer e o croata Marin Cilic, o suíço tinha uma pequena vantagem com 5 vitórias e apenas 1 derrota, mas o único triunfo de Cilic foi na semifinal do US Open 2014, quando venceu por 3 sets a 0 – 6/3, 6/4 e 6/4, sagrando-se campeão naquele ano e impedindo de Roger buscar seu 18º Major.

Hoje vimos um jogo de altíssimo nível, para quem pensa que Roger Federer, o maior campeão de Grand Slam de todos os tempos estava acabado, deve ter mudado de ideia após essa partida, com muita emoção e drama até o final.

Foi um jogo brigado, com os dois tenistas cautelosos. Federer teve duas oportunidades de quebra porém não aproveitou. O primeiro set foi para o tie-break, onde o suíço errou mais e viu Cilic abrir vantagem e fechar em 7/64 após 42 minutos.

A vida não estava fácil para o suíço. No início do segundo set, logo no terceiro game ele teve o serviço quebrado pelo croata. Com isso, Cilic fechou por 6/4 em 33 minutos.

Na terceira parcial, o croata continuava melhor. No sétimo game chegou a abrir 0/40, mais com muito esforço, Roger conseguiu confirmar seu saque. Depois de quatro tentativas finalmente Federer conseguiu uma quebra e finalmente abriu uma vantagem. Fechou o set em 6/3 e continuou na briga.

O quarto set foi teste para cardíaco, jogo tenso. Cilic teve três match points, mas o saque de Federer foi crucial no momento decisivo, 7/6 (9) para o suíço.

Muita emoção! Assim podemos definir o quinto set. Depois de 3h17 e com um ace, o ex-número #1 do mundo fechou a partida. Foram 20 aces ao longo do jogo, isso sem nenhuma dupla falta. O croata, que também é um ótimo sacador, conseguiu 21 aces.

Ainda é cedo para afirmarmos, mas nos três últimos sets do confronto, Roger Federer jogou como um verdadeiro campeão. Na semifinal, vai enfrentar o canadense Milos Raonic que venceu sua partida contra Querrey. Veja aqui.

Wimbledon é no TENNIS INFO

 

Cmru_4KWcAAyLsb