Na semana em que completou 36 anos de idade, Roger Federer mostra que ainda tem muito tênis para mostrar. Neste sábado, o suíço garantiu um lugar na final do Masters 1000 de Montreal, no Canadá, ao bater o holandês Robin Haase por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6(5), em 1h15min de partida.

Leia mais:
Análise da chave de simples do Masters 1000 de Cincinnati
Wilson lança nova raquete Ultra e corda Luxilon edição especial em homenagem a Guga

No primeiro set, Federer confirmou seu serviço e quebrou na sequência, abrindo 2/0. Haase devolveu a quebra na sequência mas teve seu serviço rechaçado novamente. Com uma quebra à frente, bastou para o suíço administrar a vantagem e fechar por 6/3 em apenas 28 minutos.

Confira o ponto da vitória de Federer e a vaga para a final em Montreal

Na segunda parcial, Haase voltou mais concentrado e conseguiu equilibrar as ações na partida. No 11º game, o holandês sofreu para salvar seu saque, mas confirmou. Com isso, a decisão do segundo set foi para o tie-break, onde Federer começou com a vantagem em 4-1. Porém, o tenista da Holanda reagiu e virou o placar em 5-4. Mas o Leão da Montanha reagiu e fechou o game em 7-5.

Em busca do terceiro título no Canadá, Federer aguarda o vencedor do confronto entre o duelo da nova geração Alexander Zverev e Denis Shapovalov. Os dois jogam por volta das 21h, horário de Brasília.