Denis Shapovalov - Reprodução / Twitter

Denis Shapovalov vive uma semana mágica em sua curta carreira no circuito profissional masculino. Depois de conseguir uma vitória memorável de virada diante de Rafael Nadal, o canadense conseguiu outra glória nesta sexta-feira. Em partida válida pelas quartas de final do Masters 1000 de Montreal, o jovem canadense venceu de virada o francês Adrian Mannarino – que não havia perdido sets no torneio -, com parciais de 2/6, 6/3 e 6/4, em batalha que teve duração de 2h25.

Leia mais:
Coluna Edu Oncins: Shapovalov – príncipe canadense
Federer passa por Agut e vai à semi em Montreal

Diferente do jogo contra Nadal, Shapovalov começou a partida contra Mannarino apagado, talvez pela pressão sofrida após vencer o espanhol. O francês, que não tinha nada a ver com isso, tratou logo de aplicar duas quebras e abrir 4/0. Apenas no quinto game, o canadense conseguiu se adequar ao estilo de jogo do adversário e passou a dar mais trabalho. Mas a reação do jovem tenista da casa veio tarde e Mannarino aplicou 6/2 após 40 minutos de partida.

Shapovalov voltou mais ligado na partida e começou a equilibrar as ações na partida. Os tenistas confirmaram seus saques até o sexto game, quando a chuva apareceu e suspendeu a partida por 12 minutos. No retorno, os tenistas voltaram em quadra e o canadense aproveitou a oportunidade para quebrar o saque de Mannarino, com a ajuda de uma dupla falta do francês e abriu 4/2 no placar. Na sequência, Shapovalov confirmou seu serviço e administrou a vantagem para fechar em 6/3 e levar a partida para o terceiro set.

Confira backhand espetacular de Shapovalov:

No último período, Shapovalov sofreu no seu primeiro game de saque, mas conseguiu vencer seu game. Isso deu forças para o jovem canadense, que no game seguinte, rechaçou o saque de Mannarino, para delírio da torcida local. Mas o francês não se deu por vencido e devolveu a quebra e confirmou seu saque na sequência. A partir daí, os games passaram a ficar mais demorados, com longas trocas de bola até que no nono game, Shapovalov conseguiu uma quebra e teve saque para o jogo. Muito centrado, o canadense garantiu mais uma vitória épica em sua curta carreira no tênis.

Pela primeira vez na semifinal de um Masters 1000, Denis Shapovalov vai enfrentar o vencedor do confronto entre o jovem alemão Alexander Zverev e o sul-africano Kevin Anderson, que fecham a rodada noturna desta quinta-feira em Montreal.

Compartilhar
Jonas Furlan
Descobriu o tênis em 1993, quando jogava Tennis Ace no Master System. Anos depois, um de seus tios emprestou uma raquete e nunca mais parou de jogar. É fundador do Portal Rackets e cobre o tênis nacional e internacional há mais de seis anos.