A cada jogo entre Novak Djokovic e Tomas Berdych a freguesia aumenta. Pela décima primeira vez consecutiva o tcheco é derrotado pelo maior favorito ao título de Roland Garros. Esta foi a vigésima quarta vitória de Djokovic, que perdeu apenas duas vezes. A vitória de hoje veio em sets diretos, com parciais de 6/3, 7/5 e 6/3.

O adversário de Nole na semi final será o austríaco Dominic Thiem, que venceu o belga David Goffin por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 7/6, 6/4 e 6/1. É a primeira vez que o austríaco chega nesta fase em um torneio de Grand Slam. Com esse resultado entrará no seleto grupo dos 10 melhores jogadores do mundo pela primeira vez, já tendo garantido o posto de número 7. Eles já se enfrentaram duas vezes e em ambas o sérvio venceu sem perder sets. Thiem disse que não irá mudar a sua estratégia para o jogo de amanhã e que irá dar 100% em quadra e esperar pelo resultado. Disse ainda que vê o adversário em um nível superior aos demais jogadores, mas ressaltou que o jogo sempre começa em 0/0.

No jogo de hoje houve equilíbrio até o placar apontar 3/3, pois neste momento Djokovic subiu o nível, quebrou o saque de Berdych por duas vezes e fechou o set em 6/3. Nole não diminuiu o ritmo no segundo set e foi logo abrindo 3/0 com uma quebra de saque. Parecia que o set teria um desfecho rápido, mas o tcheco quebrou o líder do ranking e o jogo seguiu até o 5/5. Nos momentos importantes Djokovic foi mais consistente e fechou por 7/5. Berdych conseguiu quebrar o saque de Djokovic primeiro, mas não sustentou a vantagem e foi quebrado duas vezes para perder o set e a partida.