É com muito prazer que escrevo estas linhas para o público do tênis brasileiro

Com toda essa revolução que está acontecendo em nosso país, estou muito esperançoso em relação ao nosso esporte. Tenho esse defeito ou seria qualidade: que sempre tudo vai melhorar e que terá um final feliz! Talvez atletas e outros esportes que não seja o futebol, comecem a ser mais valorizados. Vou apostar nisso.

Pensei muito e decidi, talvez por estar ficando mais velho (risos), compartilhar as experiências que tive na minha vida e que está totalmente associada ao tênis. Também vou largar a mão de ser dinossauro e usar essa ferramenta maravilhosa: a mídia eletrônica.

Nasci numa quadra de tênis e com uns 4 anos de idade carregava a raquete para todo lado. Todo meu tempo, esforço e aprendizado foram em função do tênis. Esse fantástico esporte abre um mundo de experiências riquíssimas em todos os sentidos, como hobby, profissão, auto-conhecimento, relacionamentos, networking, solidariedade humana etc.

Tive a sorte de passar por todas as etapas (como jogador juvenil e profissional, bem como técnico e empresário) ao redor do mundo nesses últimos 40 anos. Pois é, estou com 52 anos! Tive em meu caminho treinadores, fisioterapeutas, nutricionistas e muitos amigos que fiz no mundo do tênis. Pessoas que ainda cultivo amizade em grande parte.

Devo muito a esse esporte. Me sinto um menino ainda. Depois que deixei o circuito, tive academia fora do Brasil, depois aqui em São Paulo, criando, desenvolvendo e administrando várias situações relacionadas ao tênis.

Também comecei a me aventurar em outros mundos, como o das artes marciais, mais especificamente o Aikido (a arte da paz). Pratico há 18 anos e me encontro no terceiro grau da faixa preta. Também falarei aqui da sinergia dessa arte marcial com o tênis.

Meu objetivo neste novo canal é vivenciar com vocês vários aspectos do nosso esporte e outros mais: comentários de jogos, análise de jogadores, dicas técnicas, estratégicas, psicológicas e experiências pessoais.

Vou adorar responder as perguntas e também quero a opinião de todos vocês, ok? Espero que gostem da minha coluna aqui no Tennis Info e que possamos compartilhar e interagir experiências proveitosas. Um abraço e até a próxima matéria!

Compartilhar
Eduardo Oncins
Como profissional participou de todos os Grand Slams, integrou a equipe da Copa Davis em 1982 e com 15 anos já tinha pontos na ATP. Além do tênis é faixa preta de Aikido e utiliza várias técnicas da arte marcial como ferramenta para o desenvolvimento de tenistas.