Reprodução Twitter

Achei engraçado quando todo mundo falou do lado da chave muito difícil que o Federer se encontra no AO. Será?

Vamos analisar o possível caminho de Rafael Nadal, primeiramente. Grandes sacadores e alguns com retrospectiva de vitória sobre Rafa: Kyrgios, Cilic e Muller; Isner e Anderson já foram eliminados.

Jogadores que em um dia que o saque está entrando são muito perigosos, pois com o saque em alta, que é um fator que eleva a confiança no céu para qualquer um, deixa o jogador muito mais a vontade para arriscar no saque do adversário.

Isner vem de uma vitória contra Nadal na Laver Cup e Kyrgios que vem carregado de confiança depois de ganhar Brisbane em casa. Rafa também terá que estar com um percentual de primeiros saques bem alto, pois com certeza ele será atacado no seu segundo saque por esses jogadores que arriscam mais.

Depois temos mais no cardápio: Dimitrov que vem crescendo muito, Leonardo Mayer que fez um jogo duríssimo com Rafa no US Open e pode enxergar num possível encontro uma segunda chance, Pouille e Sock, que estão deste lado na chave e poderiam ser adversários complicados, já foram eliminados. Rafa que vem de lesão, terá que estar na ponta dos cascos, muito bem fisicamente para enfrentar e roer esses ossos.

Parte inferior da chave com Federer

Temos possíveis confrontos: Raonic (sem muita confiança no início do ano), Berdych (que terá uma pedrada de primeira rodada com o já jogando muito De Minaur, acho que o jovem australiano ganha, meu palpite), Zverev (que ainda respeita muito Roger), Djokovic (na minha opinião não irá longe no torneio), Ice Chung (sul-coreano que pode surpreender e fazer um bom torneio).

Temos ainda Thiem que precisa dar uma acordada, mas não vejo uma ameaça em quadras rápidas e Wawrinka que depois de uma cirurgia no joelho, vem sem ritmo, não acredito que vá longe. Goffin (na minha opinião o mais perigoso para o mestre dos magos, com vitória de virada na semi do ATP Finals 2017 sobre Roger).

Meus palpites sobre os favoritos

Penso que a coisa está bem mais difícil para Nadal que vem de problemas no joelho, jogará em quadra rápida onde existe muito mais impacto e melhor de 5 sets que exigirá muito mais do seu físico. Também tem jogadores no seu lado da chave que não lhe darão muito ritmo, forçando o Touro Miúra a estar bem afiado aproveitando todas as oportunidades.

Federer vem para o AO feliz da vida com a vitória na Hopman Cup exalando confiança e muito bem fisicamente. Na final contra Zverev, depois de perder o primeiro set po 6/7, deu uma aula no alemão 6/0 e 6/2. Logicamente que agora o contexto é outro, Grand Slam e melhor de 5 sets, mas acho que ele tem alguma experiência neste tipo de evento né? Rs.

Pressão em Roger por ter vencido ano passado e ter que defender o título? Ele passou dessa fase, quer jogar bem e desfrutar de todos os momentos possíveis na quadra, penso. Tem jogadores bem perigosos como Goffin, irei me atrever a dizer De Minaur (esse garoto irá fazer muito estrago ainda este ano).

Mas neste Australian Open minha aposta vai para o Mestre dos Magos Roger Federer. Bom, desejo um excelente Australian Open a todos, um torneio que tenho um carinho especial, pois amo a Austrália. Fiquem ligados na minha coluna, nas notícias quentes do TENNIS INFO e também no Podcast.

Grande abraço e até aproxima!