Foto: Luke Hemer/Tennis Australia/

O sul-coreano Hyeon Chung confirmou nesta segunda-feira sua classificação para às quartas de final do Australian Open. Campeão do NextGen Finals em novembro do último ano ele mostrou todo seu talento para superar o sérvio Novak Djokovic em três, com parciais  de 7/6 (7-4), 7/5 e 7/6 (7-3) em 3h21.

Leia mais:

Nole começou mal na partida, acumulando erros não forçados e dupla faltas nos primeiros quatro games. Depois, ele conseguiu se restabelecer, controlando as jogadas para vencer cinco games seguidos e levar o duelo ao tie-break. Apesar da recuperação, Chung não se intimidou e teve a firmeza necessária para superar o sérvio na primeira etapa.

No intervalo entre os sets, Djokovic precisou de atendimento médico, para tentar amenizar um incômodo no pé e a volta das dores no cotovelo direito. O segundo set chegou a começar disputado, com duas chances de quebra por parte do ex-número #1, mas o melhor momento físico permitiu ao sul-coreano abrir 4 a 1. Seguindo o script da etapa anterior, Nole voltou a endurecer e equilibrar a partida, mas Chung soube administrar a vantagem para abrir 2 a 0.

A terceira e última etapa voltou a ter o 58º do ranking saindo na frente e boa recuperação de Djokovic. Combalido, o sérvio lutou até o final, mas não conseguiu o suficiente para bater o asiático no tie-break.

Em sua melhor campanha na carreira em torneios de nível Grand Slam, Chung buscará a vaga na semifinal em um duelo com o norte-americano Tenny Sandgren, algoz do austríaco Dominic Thiem. Duas maiores surpresas desta edição do torneio, eles se enfrentaram pela primeira vez na carreira no ATP 250 de Auckland deste ano,quando Hyeon fez 6/3, 5/7 e 6/3 para avançar às oitavas.