Crédito foto: Cristiano Andujar

Confederação também anunciou a renovação de sua sede em Florianópolis e dados do investimento realizado na capacitação que rendeu a renovação do certificado Ouro da ITF

Na coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, em Florianópolis, a Confederação Brasileira de Tênis anunciou dados do desenvolvimento do tênis no Brasil a partir dos apoios concedidos pela entidade, os patrocínios firmados com a montadora de carros francesa Peugeot, com a marca de artigos esportivos Companion Sports e a renovação de sua sede por mais 5 anos.

Parceria com a Peugeot

A marca francesa Peugeot patrocina grandes evento de tênis ao redor do mundo e também foi uma das grandes patrocinadoras do Rio Open e do Brasil Open. Agora a CBT vai contar com apoio fixo da gigante francesa.

“O tênis já é parte integrante da história da nossa marca na França e no mundo. Somos parceiros Platinum e o carro oficial da ATP World Tour desde 2016, com 30 torneios patrocinados mundialmente. A parceria entre Peugeot e CBT no Brasil é uma continuidade lógica para seguir apoiando os jovens talentos e para ajudar a próxima geração  de grandes jogadores brasileiros a ter um futuro promissor”, comentou Antoine Gaston-Breton, diretor de marketing da Peugeot.

Sede própria em Florianópolis

Outro ponto de destaque foi a renovação da sede da entidade, que agora possui estrutura própria em conjunto com a Federação Catarinense de Tênis, sem depender de aluguel e com cinco quadras públicas de tênis. “É a primeira vez que a CBT tem uma casa própria, antes alugava os imóveis em São Paulo e uma sede com cinco quadras públicas e toda a infraestrutura necessária para o bom funcionamento administrativo da entidade”, comentou Rafael Westrupp, presidente da CBT.

“Acho fundamental esta renovação pois conseguiremos trabalhar mais 5 anos com tranquilidade. Já estamos apoiando projetos com o tênis nas ruas de lazer da Avenida Beira Mar Norte aos domingos e temos as portas abertas para os projetos esportivos da cidade, bem como os projetos sociais”, disse Alexandre Farias, presidente da FCT.

Crédito foto: Cristiano Andujar
Certificação da ITF renovada

A Federação Internacional de Tênis – ITF – renovou o certificado ouro ITF para a CBT. E entidade foi contemplada pelo segundo ano seguido com base no trabalho de capacitação para professores e treinadores em todo o país. A ITF iniciou este tipo de certificação em 2013 e o Brasil sempre recebeu o nível ouro.

Somente 16 países no mundo possuem o certificado ITF deste nível: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Colômbia, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Holanda, Itália, Irlanda, Portugal Espanha e Suíça.

Apoio aos atletas

A nova gestão promete que vai continuar o investimento grande nos atletas juvenis e profissionais brasileiros. A CBT tem este compromisso como uma das principais metas e estes investimentos estão sendo revertidos em bons resultados dos brasileiros pelo mundo. A Confederação apoia vários atletas com passagens, despesas de viagens, seguro saúde e outras necessidades que os atletas necessitam pontualmente.

“O objetivo da CBT é o de que o atleta se concentre apenas nos treinos físicos, técnicos e em quadra, sem se preocupar com a logística de ir de um torneio a outro, na compra e troca de passagens aéreas, com burocracias”, falou Rafael Westrupp.

“Comecei a jogar há 20 anos atrás e isso não se tinha. Não tinha apoio nenhum, nem de confederação, de governo, apoio nenhum nem de patrocinador privado. Tênis é um esporte muito complicado, que demanda várias viagens, muito tempo fora de casa e isso se torna gastos. Então foi fundamental o apoio da CBT/Correios. Pra mim fez uma diferença enorme, todos os outros atletas que tem apoio também. Para cada lugar que vamos jogar temos que viajar pelo menos 10 horas e isso gera gastos. Esse apoio da tranquilidade para o atleta viajar. Acredito que com esse apoio podemos formar novos tenistas campeões”, comentou André Sá, representante da comissão de atletas.

Reprodução Twitter/Eduardo Frick
Últimos resultados dos atletas apoiados pela CBT

Thomaz Bellucci: Vice-campeão do ATP 250 de Houston / Semifinalista do ATP 250 de Quito / Venceu os dois jogos na Copa Davis contra o Equador (Brasil 5 x 0 Equador)

Rogério Dutra-Silva: Campeão do ATP 250 de São Paulo (Duplas) / Campeão do Challenger de Santiago / Campeão do Challenger da Cidade do Paramá

Thiago Monteiro:  Quadrifinalista do ATP 500 do Rio de Janeiro / Quadrifinalista do ATP 250 de Buenos Aires / Venceu os dois jogos na Copa Davis contra o Equador (Brasil 5 x 0 Equador)

Marcelo Melo: Campeão do Masters 1000 de Miami / Campeão do Masters 1000 de Madrid / Vice-campeão do Master 1000 de Indian Wells / Quadrifinalista do Masters 1000 de Monte Carlo / Venceu o jogo da Copa Davis contra o Equador

Bruno Soares: Campeão do ATP 500 de Acapulpo / Vice-Campeão do ATP 250 de Sydney / Semifinalista do Masters 1000 de Indian Wells / Semifinalista do ATP 500 do Rio de Janeiro / Semifinalista do ATP 250 de Doha / Quadrifinalista do Masters 1000 de Miami / Quadrifinalista do Masters 1000 de Monte Carlo / Quadrifinalista do Masters 1000 de Madrid

Marcelo Demoliner: Campeão do Challenger de Irving / Vice-Campeão do ATP 250 de São Paulo / Semifinalista do ATP 250 de Auckland / Semifinalista do ATP 250 de Montpellier / Semifinalista do Challenger de Aix em Provence

André Sá: Campeão do ATP 250 de São Paulo /Semifinalista do Challenger da Cidade do Panamá / Quadrifinalista do ATP 250 de Auckland / Quadrifinalista do ATP 250 de Estoril

Guilherme Clezar: Vice-Campeão do Future 9 da Itália/ Semifinalista do Challenger de Santiago

Bia Haddad Maia: Campeã do WTA de Bogotá (Duplas) / Campeã do ITF de Cagnes Sur Mer / Campeã do ITF de Clare /Semifinalista do WTA de Praga

Teliana Pereira: Semifinalista do ITF de Horbart

Orlando Luz: Vice-Campeão do Future 13 da Espanha /Semifinalista do Challenger de Santiago (Duplas)

Marcelo Zormann: Campeão do Future 11 da Espanha (Duplas) /Semifinalista do Challenger de Santiago (Duplas) / Semifinalista do Future 12 da Espanha (Duplas) / Semifinalista do Future 6 da Tunísia

Igor Marcondes: Campeão do Future 13 da Espanha (Duplas) / Semifinalista do Furure 8 da Turquia (Duplas) / Quadrifinalista do Future 14 da Turquia / Quadrifinalista do Future 11 da Turquia

Felipe Meligeni Alves: Semifinalista do Future 8 da Turquia (Duplas) / Quadrifinalista do Future 10 da Turquia

Gabriel Decamps: Conquistou o primeiro ponto na ATP no Future 5 dos Estados Unidos / Campeão do ITF de Mar del Plata (Duplas) /Semifinalista da Copa Gerdau (Duplas) / Quadrifinalista do Banana Bowl

Thiago Wild: Conquistou o dois primeiros pontos na ATP nos Futures 15 e 16 da Turquia / Campeão do ITF de Mar del Plata / Vice-Campeão do Banana Bowl

Mateus Alves: Campeão do Sul-Americano 16 anos por equipes / Semifinalista do ITF de Prato (Duplas) / Quadrifinalista do ITF de Barranquilla / Quadrifinalista do ITF de Prato

João Ferreira: Campeão do Sul-Americano 16 anos por equipes / Semifinalista do ITF de Prato (Duplas) / Quadrifinalista do Mundial juvenil

*com informações da assessoria CBT/Juliana Pamplona e Rafael Coelho

Compartilhar
Vinicius Araujo
Fundador e editor do TENNIS INFO desde 2015. Credenciou o site e fez a cobertura in loco de grandes torneios como Roland Garros, Miami Open, Rio Open e Brasil Open. Apresenta o Podcast Backhand Na Paralela.