Eugenie Bouchard e Maria Sharapova / Reprodução / Twitter

E o retorno de Maria Sharapova ao circuito segue dando o que falar. Muitas tenistas do circuito WTA opinaram sobre o retorno da russa e disseram que ela não merece receber wild cards após sua suspensão de 15 meses após ter sido pega no exame anti-doping para a substância meldonium.

Leia mais:
Organização de Roland Garros anuncia aumento na premiação
Confira os melhores momentos da volta de Sharapova às quadras

Mas Eugenie Bouchard foi além: ela disse que a ex-número um não deve ser autorizada a retornar ao circuito. “Eu não acho isso correto”, disse a canadense para o site TRT World. “Ela trapaceou, e eu não acho que uma trapaceira deva voltar a jogar este esporte novamente. É muito injusto com todos os outors jogadores que vão pelo caminho correto. Eu acho que a WTA envia uma mensagem errada para as crianças: trapaceie, e vamos recebê-lo de volta de braços abertos.”

Confira um trecho da entrevista de Eugenie Bouchard (em inglês):

“Eu não acho que isso é certo, e (ela) definitivamente não é alguém que eu possa dizer que tenho respeito mais, porque ela própria se arruinou e isso pra mim foi o fim.

A russa Maria Sharapova atestou positivo para a substância meldonium – que ela alegou ter tomado por razões de saúde e não sabia que era proibido – no Australian Open de 2016. Ela jogou sua primeira partida de WTA nesta quarta-feira, em Stuttgart, onde derrotou Roberta Vinci em sets diretos, com placar de 7/5 e 6/3.

Sharapova também recebeu convites para jogar os WTA Premieres de Madrid e Roma. A cinco vezes campeã de Grand Slam vai descobrir no dia 16 de maio se ela receberá convite para jogar Roland Garros, onde venceu em 2012 e 2014.

Compartilhar
Jonas Furlan
Descobriu o tênis em 1993, quando jogava Tennis Ace no Master System. Anos depois, um de seus tios emprestou uma raquete e nunca mais parou de jogar. É fundador do Portal Rackets e cobre o tênis nacional e internacional há mais de seis anos.