Foto: Reprodução Twitter/ASB Classic

O espanhol Roberto Bautista Agut, número 21 do mundo, é o grande campeão do ATP 250 de Auckland. Na madrugada deste sábado, ele surpreendeu o argentino Juan Martín Del Potro (12º) e marcou 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 4/6 e 7/5.

Com o troféu, o europeu chega a sete títulos na carreira profissional. O último havia sido em Winston-Salem no ano passado, em agosto. Delpo, por sua vez, perdeu a chance de levantar a 21ª taça. Ainda assim, ele voltará ao top 10 do ranking na próxima semana.

Veja também:
Melo e Kubot conquistam primeiro título do ano em Sydney e vão com tudo para o AO
Luta pelo topo, saltos e quedas: veja as possíveis mudanças no ranking pós-Australian Open

O primeiro set surpreendeu. Apesar do favoritismo do argentino, Agut não se intimidou e dominou por completo a parcial. O único game vencido por Juan Martín foi no saque do espanhol. Em todas as vezes que recebeu, o europeu conseguiu quebrar. Assim, fez 6/1.

Del Potro se mostrou muito mais eficiente no segundo set. Sem ceder nenhum game sacando, ele precisou de apenas um break point, recebendo em 5/4, para quebrar e empatar o duelo: 6/4.

A parcial decisiva manteve o ritmo do set anterior. Os dois tenistas se mostraram firmes em seus serviços. Com isso, os primeiros dez games transcorreram sem nenhuma chance para os recebedores. No 5/5, contudo, Agut conseguiu a quebra. Sacando para o jogo, precisou salvar break point, mas definiu a partida, garantindo o troféu.

Marach e Pavic mantêm o embalo nas duplas

Foto: Reprodução Twitter/ASB Classic

O austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic começaram 2018 com tudo. Após conquistarem o ATP 250 de Doha, batendo Bruno Soares e Jamie Murray na decisão, eles também levaram o título em Auckland. Na final, 2 sets a 1 em cima do bielorrusso Max Mirnyi e Philipp Oswald, da Áustria. As parciais foram 6/4, 5/7 e 10/7.

Este foi a terceira conquista da dupla. Além de Doha e Auckland, eles haviam conquistado o 250 de Estocolmo, já na reta final da temporada de 2017.