Foto: Reprodução Twitter

Roger Federer é um jogador extremamente talentoso e mostra uma elegância quando pisa na quadra de tênis. Apesar dos seus 34 anos de idade e não estar mais no seu auge técnico, físico e mental, ele tem totais condições de ganhar seu oitavo título em Wimbledon.

Cinco motivos para acreditar no título de Federer em Wimbledon:

Mesmo não estando no seu auge continua sendo um jogador técnico, elegante, sempre ou quase sempre terá a torcida a seu favor e nunca podemos duvidar do potencial de Federer;

O favorito ao título saiu precocemente;

No confronto Milos Raonic x Sam Querrey, o Milos é o favorito e o Roger tem um retrospecto bem favorável. São nove vitórias para Federer e duas derrotas. Na parte de baixo da tabela temos os confrontos Tomas Berdych x Lucas Pouille e Tsonga x Andy Murray. No primeiro confronto Tomas é o favorito. Federer tem um retrospecto de 16 vitórias e seis derrotas. O retrospecto mais equilibrado é contra Murray, são 14 vitorias para o suíço e 11 para o britânico. Resumindo: Roger tem um retrospecto favorável contra todos os tenistas desta fase de Wimbledon e em sua maioria uma ampla vantagem de vitórias;

O tenista suíço teve uma tabela favorável. Até o momento Roger não perdeu nenhum set e seu jogo mais longo durou 2h08 minutos, portanto não teve um grande desgaste físico.

Federer tem um retrospecto favorável contra Marin Cilic, seu oponente nas quartas de final, são cinco vitórias do suíço e uma do croata.

Neste ano, na grama sagrada britânica, Roger igualou a marca de Jimmy Connors, chegando as quartas – de – final pela 14ª vez na carreira e igualou o recorde da tenista Martina Navratilova em torneios de Grand Slam com 306 vitórias.